Feira Internacional do Livro de Bogotá 2017


Já começou um dos eventos literários mais importantes da Colômbia, a Feira Internacional do Livro de Bogotá (FILBO), que este ano terá a França como país homenageado.


Com o tema “Ler é Voar”, o evento, que acontece até o dia 8 de maio, nos 51 mil metros quadrados do Centro de Convenções Corferias, comemora este ano a sua 30ª edição, com uma programação cultural variada e dinâmica, composta de 1.500 eventos que prometem agradar a todos os públicos.

Programação

Com o objetivo de promover a literatura e a indústria editorial, a FILBO é um evento criado, especialmente, para os profissionais do mercado editorial, no qual o público também é bem-vindo. Assim, durante 14 dias, o evento irá reunir inúmeros profissionais de diversas partes do mundo, para discutir os mais diversos assuntos, como a literatura, a poesia, a música, a gastronomia, o jornalismo, os direitos autorais, a arte, a história, a política, a ciência, os booktubers, e muito mais.

Tudo isso em espaços como o recém-inaugurado “Salão Internacional de Negócios”, um lugar dinâmico inteiramente dedicado aos agentes do mundo profissional dos livros, que reúne, entre os dias 2 a 4 de maio, o melhor da roda de negócios, além de contar com o “Salão de Direitos”, um espaço de encontros e intercâmbios comerciais para a compra e venda de direitos na América Latina, cuja primeira edição, em 2016, foi um grande sucesso.

Assim como o espaço “Libros para Comer”, dedicado aos amantes dos livros e da cozinha, que em sua 2ª edição levará a feira alguns dos mais famosos Chefs e autores para apresentarem suas obras com demonstrações culinárias no formato de uma masterclass. Sem falar no “¡Qué Viva La Música!”, um espaço que promove diversos concertos seguidos por bate-papos com famosas personalidades do mundo da música e das letras, como o cantor e compositor americano Bob Dylan, vencedor do Nobel de Literatura 2016.

O evento contará ainda com os fóruns “Conversaciones que le cambiarán la vida” e “Palabras para la reconciliación”, nos quais autores de todo o mundo como o americano Richard Ford, vencedor do Premio Princesa Asturias de las Letras 2016, e o britânico Sir. V. S. Naipaul, Nobel de Literatura de 2001, se reúnem para discutir temas como o amor pela literatura, a construção de uma cultura para a paz, a tolerância e a aceitação, o triste e o belo da infância, os 50 anos da obra “Cem Anos de Solidão” de Gabriel García Márquez, e muito mais.

Tem também o 13º Congresso Nacional de Leitura, no qual professores, bibliotecários, promotores de leitura, gestores culturais e demais interessados participam de conferências, painéis e mesas redondas com o tema “Igual mas Diferente”, nas quais exploram as várias relações entre a leitura e as experiências de reconciliação e convivência em meio ao conflito.

Já nos dias 27 a 29 de abril, a FILBO sediará a 9ª edição do “Encuentro Internacional de Periodismo”, no qual renomados jornalistas e fotógrafos de vários países irão discutir o tema “Periodismo y posverdad: De la perplejidad al escepticismo”, além de debater os dilemas e conflitos do jornalismo em tempos de meias verdades, refletir sobre o apego do jornalismo a neutralidade, falar sobre as mídias digitais, as audiências ativas, a opinião virtual, e muitos outros assuntos. 

Sendo que, nos dias 26 a 30 de abril tem a 7ª edição do Congreso Internacional de Ilustración (Fig.07), que irá realizar inúmeras exposições, conferências, bate-papos e encontros com alguns dos mais talentosos ilustradores de vários países, entre eles Ciça Fittipaldi (Brasil), Brad Holland (EUA), Lorena Álvarez (Colombia), Yohann Schepacz (França), Victo Ngai (Hong Kong), Claude K. Dubois (Bélgica), Menena Cottin (Venezuela), e outros.

A feira do livro conta também com uma programação especial dedicada ao público infantil e juvenil, com direito a oficinas, apresentações teatrais, salas de leitura e encontro com músicos, educadores, autores e ilustradores da literatura infanto-juvenil, como o ilustrador francês Serge Bloch, o autor português David Machado, a ilustradora e autora chilena Paloma Valdivia, a escritora e poetisa espanhola Sofía Rhei, a autora argentina Anna K. Franco, entre muitos outros.

Convidados

O evento contará ainda com a participação de cerca de 500 expositores de diversos países, assim como 1.300 editorias, que irão exibir três milhões de títulos. Sem falar nos mais de 300 autores, editores, jornalistas, ilustradores, poetas, músicos, dramaturgos e personalidades nacionais e internacionais, com presença confirmada na feira do livro.

Entre eles a premiada poeta e autora francesa Nathalie Handal, o escritor britânico Ben Brooks, o autor e sociólogo português Boaventura de Sousa Santos, o romancista e ensaísta inglês Geoff Dyer, o autor americano John Katzenbach, o escritor sul-africano John Maxwell Coetzee, vencedor do Nobel de Literatura de 2003, e o jornalista, escritor e colunista colombiano Daniel Samper Pizano, membro da Academia Colombiana de la Lengua.

Além do premiado romancista francês Pierre Lemaitre, da escritora e jornalista ítalo-brasileira Marina Colasanti, da poetisa e autora holandesa Hagar Peeters, da historiadora e autora colombiana Diana Uribe, do poeta chileno Carlos Cociña, do fotografo argentino Daniel Mordzinski, e dos famosos ilustradores Benjamin Lacombe (França), Zeina Abirached (Líbano) e Isabel Hojas (Chile).

Assim como os autores Afonso Cruz (Portugal), Ana Paula Maia (Brasil), Anežka Charvátová (República Checa), Boris Pfeiffer (Alemanha), Magela Baudoin (Bolívia), Richard Blanco (EUA), Renato Cisneros (Peru), Ulrika Kärnborg (Suécia), Sara Mesa (Espanha), Fernanda Trías (Uruguai), Luis Negrón (Porto Rico), Valeria Luiselli (México), e muitos outros.

Confira a programação completa da FILBO no seu site oficial.

Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor


Hoje é o “Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor”, uma data instituída pela UNESCO para promover o prazer da leitura, a proteção aos direitos autorais, e o desejo de compartilhar ideias e conhecimentos, para inspirar compreensão, tolerância e sociedades inclusivas.


Como em todos os anos, nesta mesma data, a UNESCO concede a uma cidade o título de Capital Mundial do Livro, que demonstra a sua importância no cenário da literatura. Em 2017, a cidade escolhida é Conacri, na Guiné, em reconhecimento ao seu programa para promover a leitura entre os jovens e as camadas mais desfavorecidas da população.

Eventos Literários

Milhares de leitores e escritores de mais de cem países se reúnem neste dia para comemorar a data com iniciativas para promover a leitura, feiras do livro, lançamentos literários, contações de histórias, noites de autógrafos, bate-papos com autores e a tradicional troca de livros por rosas, entre muitas outras atrações. 

No Brasil, por exemplo, a data é comemorada com inúmeros eventos, a começar pela 12ª edição da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que contará com apresentações artísticas, oficinas, contações de histórias e encontros com renomados autores da literatura brasileira.

Já em São Paulo,Amazon leva ao Parque Villa-Lobos uma biblioteca ao ar livre com o objetivo de incentivar a troca de livros. Sendo que, após todos realizarem as trocas, os livros restantes serão doados a instituições sem fins lucrativos que promovem a leitura. No evento, que acontece das 9h às 16h, os leitores poderão doar e trocar livros, além de participar de inúmeras atividades relacionadas à leitura, para todas as idades.

Também comemorando o Dia Mundial do Livro, a editora Saraiva destinará à UNESCO no Brasil um real de cada livro vendido na data, tanto em suas lojas físicas quanto na loja online. A iniciativa, que faz parte do #LerFazBem, plataforma de incentivo à leitura, ainda irá lançar o Happy Book Day, selo da Saraiva para ações sociais relacionadas a promoção da literatura.

World Book Night

Na Europa e na América tem ainda a World Book Night, uma celebração anual com o objetivo de promover o amor pelos livros e pela leitura, além de criar novos leitores por meio da doação de exemplares para o público, entregues por voluntários.
Em sua sétima edição, o evento desde ano, organizado pela The Reading Agency, teve 26 livros selecionados por um grupo independente de bibliotecários e livreiros. Sendo que, os autores dos livros renunciaram aos seus direitos e os editores concordaram em pagar os custos de produção das edições impressas.  

Entre as obras estão o bestseller infanto-juvenil “Extraordinário” de R. J. Palacio, o romance “Bridget Jones: Louca pelo Garoto” de Helen Fielding, o clássico “Ratos e Homens” de John Steinbeck, o mistério “False Nine” de Phillip Kerr, a comédia romântica “Sofia Kahn is not Obliget” de Ayisha Malik, a graphic novel “Persépolis” de Marjane Satrapi, e muito mais.

Assim, neste domingo, milhares de pessoas saem às ruas, no Reino Unido, na Alemanha, nos Estados Unidos e na Irlanda, distribuindo mais de 250 mil livros aos membros de suas comunidades, compartilhando a paixão pelos livros e pela leitura, de pessoa a pessoa.

Saiba mais sobre o Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor neste post.

Feliz Dia Mundial do Livro! 😊📚

Geek & Game Rio Festival 2017


Tem início hoje no Rio de Janeiro, o primeiro festival Geek & Game do Brasil, um evento que une estes dois mundos na mais completa e extraordinária experiência realizada no país.


Organizado pela Fagga|GL Events Exhibitions e pela Supernova, o evento, que acontece até o dia 23 de abril no Riocentro, promete uma programação variada e dinâmica para agradar a todos os públicos, com direito a torneios de games, concurso cosplay, e inúmeros painéis sobre a literatura, os quadrinhos, o cinema, as séries de TV, e muito mais.

Os espaços

O festival também contará com inúmeros espaços criados para agradar a Geeks e Nerds, como a arena oficial de games, “Gamer Stadium”,  assim como o “Hiker Station”, dedicado aos diversos painéis, o “Meet & Greet”, no qual os fãs poderão bater um papo exclusivo com seus artistas preferidos, e o “GGRF LAB by Epic School”, onde serão realizados uma série de workshops com diversos convidados especiais.

Sem falar no “Board Game Alley”, um espaço próprio para os board games, e na “Little Heroes”, uma área de 150m2, repleta de atividades temáticas, dedicada exclusivamente ao público infantil. Além do “Food Station”, uma área reservada a bares, lanchonetes e aos Food Trucks. 

Há ainda o “Artway”, um lugar criado especialmente para os fãs de quadrinhos, literatura e cultura pop em geral, no qual poderão conhecer publicações nacionais, e conversar com alguns dos mais renomados escritores, quadrinistas e ilustradores, além de tirar selfies e conseguir autógrafos.

Programação

Serão três dias inesquecíveis, nos quais geeks, gamers, cosplayers e fãs de cultura pop terão a chance de encontrar os seus produtos e marcas favoritas, participar de concursos e workshops, além de conhecer alguns de seus ídolos nacionais e internacionais, que discutem os mais diversos temas da cultura nerd, como as histórias em quadrinhos, as mídias digitais, os segredos da animação 2D, o empreendedorismo geek, a influência da cultura pop na formação literária, e muito mais.

Entre os convidados estarão os autores brasileiros Eduardo Spohr (A Batalha do Apocalipse), Affonso Solano (O Espadachim de Carvão) e Andre Gordirro (Os Portões do Inferno), assim como a escritora americana Christie Golden (World of Warcraft), o desenhista e quadrinista britânico David Lloyd (V de Vingança), o designer americano de jogos Tim Schafer (Psychonauts 2) e o blogueiro Izzy Nobre. Além do produtor britânico Iain Smith, que tem em seu currículo alguns dos filmes mais famosos como “O Quinto Elemento” (1997), “Sete Anos no Tibet” (1997) e “Mad Max: Estrada da Fúria” (2015).

Saiba mais sobre o Geek & Game Rio Festival no seu site oficial.

O Ceifador já nas livrarias


A editora Seguinte lança, oficialmente, “O Ceifador”, primeiro volume da saga criada pelo premiado autor e roteirista americano Neal Shusterman.


“Scythe”, título original da obra publicada pela primeira vez em novembro de 2016, conta com tradução de Guilherme Miranda e 448 páginas, nas quais narra a história de uma sociedade que superou a morte... mas não o desejo de matar.

A história

Um mundo sem fome, sem doença, sem guerra, sem miséria. A humanidade venceu todas as barreiras e conquistou até a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a vida, no intuito de manter o crescimento populacional sob controle, para que a Terra possa comportar a população por toda a eternidade.

Citra e Rowan são escolhidos como aprendizes de ceifador, um papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Os adolescentes devem dominar a “arte” da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão, ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais, podem colocar a própria vida em risco.

Numa mistura de fantasia, ficção científica e distopia, “O Ceifador” de Neal Shusterman (Fragmentados), vencedor do Michael L. Printz Honor (2017), é o primeiro livro da série “Arc of a Scythe”. Sendo que, o segundo volume intitulado “Thunderhead” está previsto para ser lançado em 2017 nos EUA.

Saiba mais sobre o livro no site oficial da editora Seguinte.

BBC exibe 10ª temporada de Doctor Who


Estreia hoje, às 19h20, no Reino Unido e nos EUA, a tão esperada décima temporada da premiada série de ficção científica, Doctor Who.


Assim como na temporada passada, o episódio de estreia também ganhará as telas do cinema nos EUA, poucos dias após a transmissão na TV. As sessões especiais irão ocorrer em 550 cinemas pelo país, nos dias 17 e 19 de abril. Já no Brasil, a série estreia sua 10ª temporada no dia 16 de abril, às 20h, pelo canal pago Syfy. 

Considerado um dos mais longos programas de TV da história, a série, exibida pelo canal britânico BBC, teve sua estreia em 23 de novembro de 1963, se tornando um sucesso de audiência e conquistando gerações de fãs no mundo inteiro.

A Time for Heroes

O primeiro de doze episódios dessa nova temporada introduz a atriz Pearl Mackie como a nova companheira do “Doutor”, personagem principal da série, interpretado pelo ator Peter Capaldi, que anunciou sua saída de Doctor Who, após o especial de natal, exibido em dezembro deste ano, junto com o roteirista e produtor executivo Steven Moffat (Sherlock), que será substituído por Chris Chibnall (Broadchurch).

Essa nova temporada também marcará o retorno de Matt Lucas como “Nardole” e de Michelle Gomez como “Missy”, a nova regeneração de “O Mestre”. Além de alguns dos inimigos clássicos do Doutor, como os Ice Warriors, que retornam com um novo look em um episódio escrito por Mark Gatiss (Sherlock), assim como o Cybermen Mondasian e os Daleks. A série também terá a participação especial do ator David Suchet (Agatha Christie's Poirot), como o personagem “The Landlord”, e do ator John Simm, reprisando o papel do vilão “O Mestre”, que ficará cara a cara com sua nova regeneração, em um confronto de personalidades.

“Nada permanece secreto por muito tempo em Doctor Who, mas você terá que esperar um pouco mais para ver exatamente o que o Mestre está fazendo e como será seu retorno para enfrentar o Doutor. Tem sido um enorme prazer ter os fãs favoritos John Simm e Michelle Gomez cara a cara no mesmo papel! Não é muito comum ver um confronto de personalidades”, diz o roteirista e produtor executivo, Steven Moffat, em comunicado no site oficial da série. 

Como revelado no site oficial da BBC, os escritores Toby Whithouse (The Husbands of River Song) e Jamie Mathieson (The Girl Who Died) estão de volta à série, que também contará com o retorno de Sarah Dollard (Face The Raven) e Frank Cottrell-Boyce (In The Forest Of The Night). Sendo que o escritor Mike Bartlett, conhecido pelo drama “Doctor Foster”, junta-se ao time nessa temporada.

O Piloto

Intitulado “The Pilot”, o episódio, escrito por Steven Moffat e dirigido por Lawrence Gough, mostra o 12ª Doutor preso na Terra com Nardole, tendo que arranjar um emprego como professor numa universidade. E é lá que ele encontra sua nova companheira, Bill Potts, a moça da cantina que, mesmo sem ser aluna, assiste a todas as suas aulas sobre o tempo e espaço.

Assim com uma nova companheira, novos mundos, novas aventuras e clássicos vilões, em meio a mistérios, explosões e muita correria, Peter Capaldi e Steven Moffat prometem uma temporada épica, com fortes emoções para os fãs e companheiros do Doutor, marcando o fim de uma era, e um novo começo para Doctor Who.

“Ainda sou o #DoctorWho! Estamos fazendo coisas épicas! Ainda não acabei.” – Peter Capaldi (@bbcdoctorwho)

Confira o trailer (em inglês):

Zahar lança edição comentada de Frankenstein


A editora Zahar lança, oficialmente, hoje a edição de luxo comentada de um dos mais famosos clássicos da literatura, “Frankenstein ou o Prometeu Moderno” da autora britânica Mary Shelley.


Tendo como base a edição revista pela autora em 1831, considerada como a definitiva, “Frankenstein” conta com 248 páginas, nas quais narra à história de um cientista que desafia as leis da natureza e põe em risco a vida daqueles que ama, ao dar vida a uma criatura quase humana, que deseja ser um de nós, mas só encontra medo, ódio e morte pelo caminho. Abandonada e fadada à rejeição, a criatura passa a perseguir o cientista em busca de vingança.

Considerado um dos maiores clássicos da literatura de terror, o romance de estreia de Mary Shelley vem conquistando gerações de leitores há duzentos anos. Tendo sido traduzido para os mais diversos idiomas, e inspirado inúmeros autores, além de várias adaptações para o cinema, a TV, o teatro, e até mesmo as histórias em quadrinhos.

A mais nova adição à coleção “Clássicos Zahar” possui tradução, apresentação e notas do escritor Santiago Nazarian, além de cronologia da vida e obra de Mary Shelley (1797-1851). Assim como a introdução da autora para a edição de 1831 e o prefácio escrito pelo seu marido, o poeta inglês, Percy Bysshe Shelley, para a primeira edição de 1818. Sendo que a versão impressa apresenta ainda capa dura e acabamento de luxo.

Saiba mais sobre a obra no site oficial da editora Zahar.