Caraval já nas livrarias


A editora Novo Conceito lança, oficialmente, “Caraval”, o primeiro volume da série criada pela autora americana Stephanie Garber.


Com 352 páginas, tradução de Camila Fernandes e a mesma arte de capa da edição americana, “Caraval”, publicado originalmente em 31 de janeiro de 2017, narra a história da jovem Scarlett que acaba envolvida num perigoso jogo de amor, desgosto e magia.

“Uma estreia magnífica e um conto fascinante de amor, perda, sacrifício e esperança.” 
- Publisher Weekly

A história

Scarlett nunca saiu da pequena ilha onde ela e sua irmã, Donatella, vivem com seu cruel e poderoso pai, o Governador Dragna. No entanto, desde criança, ela sonha em conhecer o Mestre Lenda do Caraval, tendo escrito inúmeras cartas a ele, mas nunca obteve resposta.

Agora, já crescida, Scarlett está de casamento marcado com um misterioso conde, e certamente não terá mais a chance de encontrar Lenda e sua trupe, mas isso não a impede de escrever uma carta de despedida a ele.

Dessa vez o convite para participar do Caraval finalmente chega à Scarlett. Porém, aceitá-lo está fora de cogitação, pois ela é incapaz de desobedecer ao pai. Sendo assim, Donattela, com a ajuda de um misterioso marinheiro, decide sequestrá-la e levá-la ao espetáculo. Mas, assim que chegam, Donattela desaparece, e agora Scarlett precisa correr contra o tempo para encontrá-la.

Bestseller do The New York Times, “Caraval”, o livro de estreia da escritora Stephanie Garber, é o primeiro volume de uma duologia, que teve, recentemente, seus direitos vendidos para a 20th Century FOX. Já o segundo livro ainda não tem previsão de lançamento.

Saiba mais no site oficial da editora Novo Conceito.

Geada e Noite já nas livrarias


O terceiro e último livro da trilogia iniciada com o bestseller “Neve e Cinzas” da autora americana Sara Raasch é lançado, oficialmente, pela editora HarperCollins Brasil nas livrarias de todo o país.


Com 368 páginas e tradução de Mariana Kohnert, “Geada e Noite” (Frost Like Night), publicado originalmente em 20 de setembro de 2016 nos EUA, narra o desfecho da saga de Meira, Mather e Ceridwen, que deverão unir os reinos de Primoria… ou perder tudo, enquanto Angra espalha a ruína pelo mundo.

A história

Angra está vivo, sua ruína está se espalhando – e ninguém está a salvo.

Meira fará de tudo para salvar seu mundo, incluindo destruir a própria magia e fazer o maior sacrifício de todos, mas antes ela precisa aprender a controlar sua magia. Desesperada ela aceita a ajuda do líder da misteriosa Ordem de Paisly que se oferece para ensiná-la.

Já Mather fará de tudo para salvar sua rainha, como unir os Filhos do Degelo, e achar Meira, para finalmente confessar seus sentimentos por ela. No entanto ganhar a guerra e proteger Meira não será uma tarefa fácil, especialmente com um plano de ataque que não poupa nenhum reino e uma surpreendente traição em seus ranques. Enquanto que Ceridwen fará de tudo para salvar seu povo e seu verdadeiro amor, mesmo que isso custe o pouco que ela ainda tem, depois que Angra ordenou a morte de seu irmão, roubou seu reino e a fez prisioneira.

Numa mistura de fantasia épica e ação com um toque de romance, a série é composta de três livros, todos publicados no país pela editora HarperCollins Brasil. Entre eles estão o bestseller do The New York Times, “Neve e Cinzas” (2014), romance de estreia de Sara Raasch, seguido pelas obras “Gelo e Fogo” (2015) e, finalmente, “Geada e Noite” (2016).

Saiba mais sobre a obra no site oficial da editora HarperCollins Brasil.

Michael Connelly em dose dupla nas livrarias


A editora Suma de Letras, selo da Companhia das Letras, lança nas livrarias de todo país dois novos thrillers do premiado autor americano Michael Connelly.


Com mais de 55 milhões de exemplares vendidos, o autor bestseller nº 1 do The New York Times, Michael Connelly retorna este mês às livrarias de todo país com as obras “A Caixa-Preta” e “Os Deuses da Culpa”. Sendo que, ambas possuem tradução de Cássio de Arantes Leite e arte de capa feita por Claudia Espínola de Carvalho.

Com 304 páginas, o romance policial “A Caixa-Preta” (The Black Box), publicado originalmente em 26 de novembro de 2012, é o 18º livro protagonizado por um dos mais famosos personagens criados por Connelly, o detetive do Departamento de Polícia de Los Angeles, Hieronymus “Harry” Bosch.

Em 1992, Los Angeles viveu uma onda de protestos que deram início a vários dias de anarquia e violência. Foi quando o detetive Harry Bosch viu a fotojornalista Anneke Jespersen pela primeira vez: assassinada à queima-roupa no fundo de um beco escuro. Na confusão da época, o crime nunca foi resolvido. Vinte anos depois, Bosch tem uma nova chance de solucionar o mistério. Um caso o leva de volta àquela fatídica noite, e ainda mais longe, aos campos de batalha onde crimes de guerra foram enterrados; crimes que há décadas esperam por justiça.

Já “Os Deuses da Culpa” (Gods Of Guilt), quinto livro protagonizado pelo advogado Mickey Haller, publicado originalmente em 21 de novembro de 2013, conta com 344 páginas, nas quais narra uma emocionante história repleta de perigo e suspense.

Quando Mickey Haller recebe a mensagem “Me liga urgente – 187”, o código penal para assassinato logo chama sua atenção. Casos assim são sempre os mais complicados, e os que pagam melhor, o que significa que ele não pode falhar. Mas quando descobre que a vítima é uma ex-cliente, uma prostituta que ele ajudou a tirar das ruas, Mickey sente que sua reputação está em jogo. A vítima estava de volta a Los Angeles e de volta à prostituição - mas por quê? De repente, Mickey percebe que, em vez de salvá-la, pode ter sido ele a colocá-la em perigo. É hora de confrontar seu passado, e Haller precisará de todo seu talento e esperteza para cuidar de um caso que pode ser sua redenção, ou a prova de toda a sua culpa.

O Voo da Vespa em nova edição


A editora Arqueiro lança, oficialmente, nas livrarias de todo o país, a mais nova edição do romance histórico “O Voo da Vespa” do autor bestseller britânico Ken Follett.


“Hornet Flight”, título original da obra publicada pela primeira vez em novembro de 2002, conta com tradução de Haroldo Netto, uma nova arte de capa, e 416 páginas, nas quais Ken Follett exibe mais uma vez sua escrita magistral ao narrar uma história inspirada em fatos reais, que ocorre em plena época das lendárias batalhas aéreas entre britânicos e alemães na Segunda Guerra Mundial.

“Ken Follett acerta o alvo mais uma vez com O Voo da Vespa. A narrativa se inicia a todo o vapor e mantém o ritmo até o final.” – Publishers Weekly

A história

Em junho de 1941, a Dinamarca está sob ocupação das tropas de Hitler. Na costa dinamarquesa, dois irmãos, Harald e Arne Olufsen, lutam contra as rígidas regras impostas por seus pais. Enquanto isso, uma rede de espiões do MI6, o serviço secreto britânico, tenta decifrar um sinal de rádio da Luftwaffe, que menciona um novo equipamento de radar, que tem ajudado os alemães a abater os bombardeiros ingleses a uma velocidade alarmante.

A ligação de Arne com Hermia Mount, uma analista do MI6, recrutada para ajudar a descobrir a nova arma, faz com que ele se torne parte na Resistência dinamarquesa, colocando-o sob a vigilância das forças de segurança do país, e de um homem em particular que tem um motivo pessoal para desejar sua ruína. Assim, numa Europa praticamente dominada pela Alemanha, a vida dessas pessoas se entrelaça de forma irreversível, e quando um decrépito avião bimotor se transforma no único meio de fazer a verdade chegar até as forças aliadas, o destino delas poderá mudar o rumo da guerra – e da história.

“Caiu nas minhas mãos uma história extraordinária sobre dois jovens que desejavam escapar da Dinamarca ocupada em 1941. Eles queriam fugir para a Inglaterra, mas para isso teriam que atravessar o Canal. Decidiram então realizar a travessia num bimotor feito de madeira e tecido, uma viagem bastante arriscada para um avião tão pequeno. O Voo da Vespa é livremente baseado nessa incrível aventura. Eu combinei elementos reais da história para criar este romance.” – Ken Follett

Com mais de 160 milhões de livros vendidos, o autor nº 1 do The New York Times, Ken Follett é mundialmente conhecido por seus thrillers e romances históricos, como a série de sucesso “Os Pilares da Terra” (1989), a trilogia “O Século” (2010) e seu livro de estreia “O Buraco da Agulha” (1978).  Vencedor de diversos prêmios, o autor teve suas obras traduzidas para os mais diversos idiomas e adaptadas inúmeras vezes para as telas do cinema.

Saiba mais sobre o livro no site oficial da editora Arqueiro.

Editora Arqueiro lança novo thriller de Joe Hill


Já se encontra disponível nas livrarias o thriller “Mestre das Chamas”, o mais novo livro do autor bestseller americano Joe Hill, lançado pela editora Arqueiro.


“Fireman”, título original da obra publicada pela primeira vez em 17 de maio de 2016, conta com tradução de Fernanda Abreu e 592 páginas, que narram a história de um mundo em colapso, no qual o espírito humano é posto à prova quando as chamas do medo se alastram.

“Original e envolvente. As páginas viram sozinhas.” – George R. R. Martin

A história

Uma pandemia global de combustão espontânea está se espalhando como rastilho de pólvora, e nenhuma pessoa está a salvo. Todos os infectados apresentam marcas pretas e douradas na pele e a qualquer momento podem irromper em chamas.

Nos Estados Unidos, uma cidade após outra cai em desgraça. O país está praticamente em ruínas, as autoridades parecem tão atônitas e confusas quanto a população e nada é capaz de controlar o surto. O caos leva ao surgimento dos impiedosos esquadrões de cremação, patrulhas que saem às ruas e florestas para exterminar qualquer um que acreditem ser portador do vírus.

Em meio a esse horror, Harper Grayson é abandonada pelo marido quando começa a apresentar os sintomas da doença e precisa fazer de tudo para proteger a si mesma e ao filho que espera. Agora, a única pessoa que poderá salvá-la é o Bombeiro – um homem misterioso capaz de controlar as chamas, que caminha pelas ruas de New Hampshire como um anjo da vingança.

Bestseller do The New York Times e vencedor do Goodreads Choice Awards 2016, “Mestre das Chamas” é o quarto livro de Joe Hill, no qual o premiado autor faz uma análise sobre o efeito imprevisível do medo e as escolhas desesperadas que somos capazes de fazer para sobreviver.

Saiba mais sobre o livro no site oficial da editora Arqueiro.

Concurso Nacional de Literatura de Belo Horizonte 2017


Estão abertas as inscrições para o Concurso Nacional de Literatura mais antigo do país, o Prêmio Cidade de Belo Horizonte, que irá premiar os vencedores com a quantia de 50 mil reais.

foto: divulgação
Promovido pelo Município de Belo Horizonte e coordenado pela Fundação Municipal de Cultura, o concurso, aberto a autores brasileiros natos ou naturalizados, irá premiar obras inéditas, escritas em língua portuguesa, nas categorias “Poesia” e “Conto”.

Sendo que, as obras inscritas na categoria “Conto” podem contemplar uma seleção de contos ou um único conto, e devem ter no mínimo 50 páginas, enquanto que, as obras inscritas na categoria “Poesia” devem conter no mínimo 15 poemas ou 30 páginas, a formatação do texto é livre.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até o dia 14 de junho de 2017, na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte, ou enviadas pelo correio, para o seguinte endereço:

Concurso Nacional de Literatura Prêmio Cidade de Belo Horizonte – 2016
Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte / Centro de Referência da Juventude
Rua Guaicurus, nº 50 – Térreo – Bairro Centro 
CEP: 30111-060 – Belo Horizonte/MG

Confira o regulamento completo do concurso no seu site oficial.